Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Delegação apresenta trabalhos no III Fórum de Pesquisa, Ciência e Tecnologia em Saúde da Famerp

Publicado: Sexta, 12 de Abril de 2019, 18h27 | Última atualização em Sexta, 12 de Abril de 2019, 18h27 | Acessos: 671
imagem sem descrição.

A Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) promoveu no dia 27 de março o evento científico III Fórum de Pesquisa, Ciência e Tecnologia em Saúde. O Câmpus Votuporanga participou com delegação mista, composta por professores, estudantes do curso Técnico em Informática e egressos do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistema (ADS).

 

A organização do evento apresentou problemas e desafios na área da Saúde, através de uma sequência de falas de profissionais do Hospital de Base, do Hospital Austa e da Famerp. Na sequência, a programação do “Café com ideias e soluções” acolheu apresentação de banners de pesquisas conectadas ao desenvolvimento de soluções tecnológicas para a área da Saúde.

 

Paulo Oliveira é egresso da primeira turma de ADS e desenvolveu software que subsidia o diagnóstico médico na análise de mamografias. “O software se mostrou eficaz para a mamografia analógica”, comenta. “A solução é válida para unidades de saúde sem o mamógrafo digital, realidade de muitas regiões país afora. Ou seja, o software é uma ferramenta de apoio ao diagnóstico médico com base em imagens de mamógrafos analógicos, funcionando como ferramenta para evitar os casos de falsos positivos”, complementa.

 

O Prof. Me. Eduardo de Pieri Prando faz uma avaliação geral positiva da participação do Câmpus Votuporanga no evento: É preciso aproximar a escola, o IFSP, das demandas da sociedade. Durante toda a tarde do evento tivemos contato com as necessidades e anseios e isso nos coloca diante do desafio de impulsionar soluções para a área da Saúde. Nesse sentido, a participação dos nossos estudantes é fundamental, por conta da conexão do processo formativo com a realidade e da oportunidade de aprendizagem cidadã. Temos muitas expectativas com o 1º Hackaton e já estamos trabalhando”.

 

Confira os trabalhos apresentados

 

Software de Apoio ao Diagnóstico Médico – Processamento de Imagens Mamográficas

 

O câncer de mama é o mais frequente entre as mulheres no mundo depois do
câncer de pele não melanoma e, atualmente, representa 25% dos novos casos de câncer no mundo. Observam-se falhas como Falso Positivos (FP) em algumas imagens, prejudicando o diagnóstico precoce da doença.

 

Orientador: Prof. Me. André Luis Gobbi Primo. Egresso do curso de ADS: Paulo Fernando Pascoalin de Oliveira.

 

Instrumentação Tecnológica para controle de vetores e pragas urbanas

 

A dificuldade no controle de endemias nos municípios, o avanço da dengue e a proliferação de picadas de escorpiões deixam evidente a necessidade de se tomar medidas mais efetivas. Embora caiba aos municípios assegurar serviços de vigilância em saúde, faz-se necessária a colaboração da população. A ideia deste trabalho surgiu ao se analisar a ausência de informações na internet sobre os problemas epidêmicos que ocorrem, especificamente, nos bairros de Votuporanga-SP.

 

Orientador: Prof. Me. Eduardo de Pieri Prando. Egressos do curso de ADS: Antônio Carlos Pereira de Souza e Lucas Sousa Basseti.

 

Plataforma para Dispensação de Medicamentos e Encaminhamento de Exames na Rede de Saúde Pública

 

O trabalho foi concebido a partir da constatação da necessidade da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura Municipal de Jales/SP de um sistema que organizasse os dados de retiradas de medicamentos, em forma de histórico de retiradas, e possibilitasse o rastreio dessas informações de forma rápida, viabilizando, dessa forma, uma diminuição na perda de medicamentos e evitando a duplicidade de retiradas.

 

Orientadores: Prof. Me. Marcelo Luis Murari e Prof. Esp. Wesley Soares de Souza. Estudantes do curso de Técnico em Informática: Thales Mantovani Silva e Raissa Sabino Cunha. Participação da Profª. Andreia Sabino Pereira Cunha, do curso de Nutrição da Unifev.

 

1º Hackaton da Saúde

 

O III Fórum de Pesquisa, Ciência e Tecnologia em Saúde foi evento preparatório para o 1º Hackaton da Saúde, que será realizado no Parque Tecnológico de Rio Preto, em maio. Segundo o professor Eduardo Prando, “a ideia é que a interação entre os profissionais possa alavancar ideias e soluções para os problemas e necessidades demandados no evento de março. Nossos professores participantes se inscreveram e já estão fomentando a participação da comunidade estudantil para o desafio”.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página