Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Estudantes do Curso Técnico Integrado em Informática encenam o Espetáculo Teatral Morte e Vida Severina

Publicado: Sexta, 14 de Junho de 2019, 23h17 | Última atualização em Quinta, 27 de Junho de 2019, 16h32 | Acessos: 234

Peça retrata a vida do homem nordestino


Na próxima quarta-feira, dia 19 de junho, às 15h, no Centro de Convenções Jornalista Nelson Camargo, os estudantes do 3º ano do Curso Técnico em Informática integrado ao Ensino Médio do Câmpus Votuporanga do IFSP apresentarão o espetáculo “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto.

O espetáculo tem a direção e adaptação do professor da área de linguagens do IFSP, Prof. Dr. Eduardo César Catanozi. Em cena, 30 estudantes-atores contam a história de Severino, retirante nordestino, que sai do sertão em busca de trabalho e do sentido da vida naquela região devastada pela seca e pela miséria.

No caminho, a personagem só encontra a morte, mas, quando desiste de viver, o nascimento de uma criança lhe traz novo alento e renovação de esperanças.

Escrita em 1955 em forma de versos, esse longo poema dramático é, na verdade, um auto de natal, peça dramatúrgica muito comum na literatura popular desde a Idade Média.

O diretor explica que, nessa montagem do Instituto Federal, há vários severinos, representando, de maneira coletiva, todas as pessoas que deixavam seu local de origem em busca de melhores condições de vida onde a seca fosse mais branda.

Além dos atores, o espetáculo conta com a participação especial da professora-cantora Anna Isabel N. B. Saraiva e dos professores-músicos Ivair Fernandes de Amorim, Rafael Enrique Nunes, Bruna Gonçalves de Lima e Newton F. C. Molina. As músicas são executadas ao vivo por todo o elenco. Durante a apresentação, haverá tradução simultânea em libras pelo Prof. Lucimar Bizio.

O Prof. Dr. Eduardo César Catanozi ressaltou a importância do teatro na formação dos estudantes: “Em um mundo em que as pessoas estão se relacionando cada vez mais apenas por redes sociais, faz-se necessário estimular o indivíduo a que reaprenda a interagir, presencialmente, com outras pessoas sem a mediação de máquinas ou dispositivos. Dessa forma, o teatro não possui apenas importância artística, mas também auxilia no processo comunicacional, já que estimula o domínio da expressividade corporal, vocal e verbal. Possibilita, também, vivenciar, de maneira empática, experiências diversas, aumentando a percepção sobre o outro e, consequentemente, sobre a própria identidade. E acrescentou: No Instituto Federal, os professores de Língua Portuguesa estimulam a prática do teatro paralelamente às aulas de literatura: ao adaptarem obras literárias, os alunos conhecem os textos originais e lhes dão vida por meio das artes cênicas”.

O espetáculo tem o apoio do Instituto Federal e da Prefeitura Municipal de Votuporanga, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo e da Secretaria de Educação. “Esse espetáculo é fruto de uma produção coletiva, que envolveu a direção, os professores de Língua Portuguesa e Artes do câmpus, coordenadores e as famílias dos estudantes”, complementou Catanozi.

A apresentação é gratuita e aberta ao público.

registrado em:
Fim do conteúdo da página